23.9.14

DIAMANTES

De agora em diante
Não quero ver os diamantes dilacerarem a maioria
Não quero me recolher sem rever meu dia a dia
Não quero ignorar a dor que me angustia

De agora em diante
Eu quero ver esses amantes se extinguirem
Eu quero ver seus corações se quebrantarem
Eu quero ver seus postes ídolos despedaçarem

Dissonantes, destoantes, discordantes
Bem distantes do que os olhos podem ver

Bem longe do bem
Bem longe do amor
Bem longe de quem
Bem sente a dor

De agora em diante
Bem antes que as trevas me mostrem espinhos
Entrego os meus olhos para dilatar caminhos
Para expandir brilhantes destinos

saimon dias



Nenhum comentário: